sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Expressões semelhantes - 29.11.13


Pró, Prol

Pró = a favor de; oposto de contra; vantagem:
Quando sugerimos a campanha, apenas 
alguns foram pró.
Comprar um apartamento ainda na planta 
tem mais prós do que contras.

Prol = proveito, benefício:
A campanha em prol das crianças carentes 
foi um sucesso.
Era quase uma santa, vivia em prol dos pobres.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Expressões semelhantes - 28.11.13


Por hora, Por ora

Por hora = pelo prazo de sessenta minutos:
Advogados cobram por hora.
Quando estou inspirado, traduzo dez páginas 
por hora.

Por ora = por enquanto:
Não pretendo fazer traduções por orasó 
depois de formada.
Por ora a pesca está proibida.


quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Expressões semelhantes - 27.11.13


Mais bem, Melhor

Mais bem = usa-se com verbos no particípio:
Agora a minha dissertação está mais bem elaborada 
do que a versão anterior.
A seleção que está mais bem preparada para a Copa 
é a brasileira.
O tema deste livro poderia estar mais bem explicado.

Melhor = nas demais situações:
Agora a minha dissertação está melhor do que 
a versão anterior.
A melhor seleção é a brasileira.
Eu queria entender melhor este livro.


terça-feira, 26 de novembro de 2013

Expressões semelhantes - 26.11.13


A baixo, Abaixo, Debaixo, De baixo, Embaixo, Em baixa

A baixo = só se usa na expressão “de cima a baixo”:
A cortina rasgou de cima a baixo.
As laranjas rolaram pela rua, de cima a baixo.

Abaixo = nas demais situações:
Com a enxurrada, a casa veio abaixo.
O resultado da pesquisa encontra-se no quadro abaixo.

Debaixo = só se usa com a preposição "de":
O gatinho está debaixo das cobertas.
As laranjas estão debaixo das bananas.

De baixo = nas demais situações:
Não conheço quem mora no andar de baixo.
As laranjas estão na prateleira de baixo.

Embaixo (sempre junto) = debaixo de:
O gatinho está embaixo das cobertas.
As laranjas estão embaixo das bananas.

Em baixa (sempre separado) = em má situação:
O mercado de imóveis está em baixa.
Com as ações em baixa, a empresa vai sair do país.

Fonte: Dicas de Português – Sérgio Nogueira

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Expressões semelhantes - 25.11.13


Abaixar, Baixar

Apesar de baixar e abaixar serem sinônimos, 
podemos adotar a seguinte orientação para 
usar um ou outro:

Baixar = oposto de subir/levantar:
Sempre que os juros sobem, o dólar baixa.
Vamos deixar a poeira baixar, não se sabe 
exatamente o que aconteceu.
Baixou as calças na frente de todos.

Abaixar = oposto de elevar/aumentar:
O som da televisão foi abaixado para que 
o nenê pudesse dormir.
O preço do tomate já abaixou, mas o da 
cebola aumentou.
Abaixe o tom de voz quando falar comigo!


terça-feira, 19 de novembro de 2013

Expressões semelhantes - 19.11.13


Todo, Todo o

Todo = cada, qualquer:
Deveria haver um revisor em todo (cada) jornal.
Todo (qualquer) livro daquele autor é interessante.
O sinal do telefone cai a todo (qualquer) momento.

Todo o / Toda a = inteiro/inteira:
Escrevi toda a matéria de uma só vez.
Todo o livro é interessante, até as orelhas.
Trabalho todo o ano, menos no Natal.
Todos os condenados estão presos.


segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Palavras semelhantes - 18.11.13


Segmento, Seguimento

Segmento = parte, seção, grupo: 
O mercado do turismo pode ser dividido em vários 
segmentos conforme a faixa etária, nível de renda, 
meio de transporte etc.

Seguimento = continuação, acompanhamento: 
As mensagens que requerem seguimento estão 
assinaladas; as demais poderão ser descartadas.



sexta-feira, 15 de novembro de 2013

O encontro no elevador

Era a terceira vez que aquele substantivo e aquele artigo se encontravam no elevador.
Um substantivo masculino, com aspecto plural e alguns anos bem vividos pelas preposições da vida. O artigo, era bem definido, feminino, singular. Ela era ainda novinha, mas com um maravilhoso predicado nominal. Era ingênua, silábica, um pouco átona, ao contrário dele, que era um sujeito oculto, com todos os vícios de linguagem, fanático por leituras e filmes ortográficos.
O substantivo até gostou daquela situação; os dois, sozinhos, naquele lugar sem ninguém a ver nem ouvir. E sem perder a oportunidade, começou a insinuar-se, a perguntar, conversar. O artigo feminino deixou as reticências de lado e permitiu-lhe esse pequeno índice.
De repente, o elevador para, só com os dois lá dentro.
Ótimo, pensou o substantivo; mais um bom motivo para provocar alguns sinônimos. Pouco tempo depois, já estavam bem entre parênteses, quando o elevador recomeçou a movimentar-se. Só que em vez de descer, subiu e parou exatamente no andar do substantivo.
Ele usou de toda a sua flexão verbal, e entrou com ela no seu aposento.
Ligou o fonema e ficaram alguns instantes em silêncio, ouvindo uma fonética clássica, suave e relaxante. Prepararam uma sintaxe dupla para ele e um hiato com gelo para ela.
Ficaram a conversar, sentados num vocativo, quando ele recomeçou a insinuar-se. Ela foi deixando, ele foi usando o seu forte adjunto adverbial, e rapidamente chegaram a um imperativo.
Todos os vocábulos diziam que iriam terminar num transitivo direto.
Começaram a aproximar-se, ela tremendo de vocabulário e ele sentindo o seu ditongo crescente. Abraçaram-se, numa pontuação tão minúscula, que nem um período simples passaria entre os dois.
Estavam nessa ênclise quando ela confessou que ainda era vírgula.
Ele não perdeu o ritmo e sugeriu-lhe que ela lhe soletrasse no seu apóstrofo. É claro que ela se deixou levar por essas palavras, pois estava totalmente oxítona às vontades dele e foram para o comum de dois gêneros.
Ela, totalmente voz passiva. Ele, completamente voz ativa. Entre beijos, carícias, parônimos e substantivos, ele foi avançando cada vez mais.
Ficaram uns minutos nessa próclise e ele, com todo o seu predicativo do objeto, tomava a iniciativa. Estavam assim, na posição de primeira e segunda pessoas do singular.
Ela era um perfeito agente da passiva; ele todo paroxítono, sentindo o pronome do seu grande travessão forçando aquele hífen ainda singular.
Nisto, a porta abriu-se repentinamente.
Era o verbo auxiliar do edifício. Ele tinha percebido tudo e entrou logo a dar conjunções e adjetivos aos dois, os quais se encolheram gramaticalmente, cheios de preposições, locuções e exclamativas.
Mas, ao ver aquele corpo jovem, numa acentuação tônica, ou melhor, subtônica, o verbo auxiliar logo diminuiu os seus advérbios e declarou a sua vontade de se tornar particípio na história. Os dois olharam-se e viram que isso era preferível a uma metáfora por todo o edifício.
Que loucura, meu Deus!
Aquilo não era nem comparativo. Era um superlativo absoluto. Foi-se aproximando dos dois, com aquela coisa maiúscula, com aquele predicativo do sujeito apontado aos seus objetos. Foi-se chegando cada vez mais perto, comparando o ditongo do substantivo ao seu tritongo e propondo claramente uma mesóclise-a-trois.
Só que, as condições eram estas:
Enquanto abusava de um ditongo nasal, penetraria no gerúndio do substantivo e culminaria com um complemento verbal no artigo feminino.
O substantivo, vendo que poderia transformar-se num artigo indefinido depois dessa situação e, pensando no seu infinitivo, resolveu colocar um ponto final na história. Agarrou o verbo auxiliar pelo seu conectivo, atirou-o pela janela e voltou ao seu trema, cada vez mais fiel à língua portuguesa, com o artigo feminino colocado em conjunção coordenativa conclusiva.

Autora: Fernanda Braga da Cruz

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Flexão de palavras - 14.11.13

Impresso ou Imprimido, Concluso ou Concluído

Com os auxiliares ter e haver, ou seja, na voz 
ativa, use o particípio regular (os que terminam
em -ado, -ido, -ida).

Com os auxiliares ser e estar, ou seja, na voz 
passiva, use o particípio irregular (modo curto).

Exemplos:

Todos haviam (ou tinham) imprimido o trabalho.
O trabalho foi (ou estava) impresso.

Todos tinham (ou haviam) concluído o trabalho.
O trabalho estava (ou foi) concluso.


Atenção:

1) Os verbos chegar e trazer só têm particípio 
regular, portanto nunca use havia chego nem 
tinha trago. Escreva sempre:

Ele havia chegado em tempo.
O trabalho foi trazido em tempo.

2) Embora certos, recomenda-se evitar os 
particípios regulares ganhado, gastado e pagado
As formas ganho, gasto e pago podem ser usadas 
com qualquer auxiliar.

Veja uma lista bem abrangente dos verbos com dois 
particípios (chamados abundantes) aqui:
http://www.ciberduvidas.com/pergunta.php?id=14113

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Ortografia - 13.11.13


Grosso modo

É uma expressão em latim que significa 
de modo geral, sem detalhes, por alto.

Deve vir entre vírgulas e não precisa 
da preposição "a".

Exemplo: Políticos, grosso modo
trabalham três dias por semana.


terça-feira, 12 de novembro de 2013

Expressões semelhantes - 12.11.13


Fim ou Final de semana/mês

Final é o oposto de inicial.
Fim é o oposto de início.

Se houver inicial, então haverá final.
Se houver início, então haverá fim, não final.

Como não dizemos inicial da semana, inicial do mês, 
mas início da semana, início do mês, devemos então 
usar fim de semana e fim de mês.

O final da semana é apenas o último dia da semana 
e o final do mês é apenas o último dia do mês.

Gastei tudo o que tinha no passeio do fim de semana
Por sorte falta pouco para o final do mês, quando eu 
receberei meu pagamento.


segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Flexão de palavras - 11.11.2013


Corroborar, Concordar

Corroborar = Confirmar = Ratificar
Com esses verbos não se usa preposição:
Os dados da minha pesquisa poderão 
corroborar/confirmar/ratificar outras publicações.

Concordar = Coincidir = Condizer
Com esses verbos usa-se a preposição "com":
Os dados da minha pesquisa poderão 
concordar/coincidir/condizer com outras publicações.


sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Palavras semelhantes - 08.11.13


Prezar, Primar

Prezar = valorizar, respeitar:
Aquela empresa é conhecida por prezar 
seus clientes.

Primar = destacar-se:
Aquela empresa foi uma das primeiras a 
primar por respeitar o meio ambiente.
É um garoto esperto, na escola ele irá 
primar na área científica.

Obs.: com o verbo prezar não se usa preposição
com primar a preposição é obrigatória 
(primar em ou primar por).

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Palavras semelhantes - 07.11.13


Preservar-se, Reservar-se

Preservar-se = manter-se bem:
Saber preservar-se jovem deve ser a meta 
de todos nós.

Reservar-se = poupar-se, resguardar-se:
É melhor você se reservar durante as férias 
para voltar ao trabalho mais descansado.
A empresa pode se reservar o direito de 
terceirizar os serviços de limpeza.

Obs.: com reservar-se, não se usa preposição; muitos 
escrevem indevidamente "reservar-se no/ao direito", 
quando o recomendado é reservar-se o direito de 
ou reservar-se o objetivo de.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Expressões semelhantes - 06.11.13


Nada mal, Nada mau

Mal = oposto de bem
Mau = oposto de bom

Desejo-lhe tudo de bom e que nada de mau 
lhe aconteça. Nenhum mal há de atrapalhar o 
seu caminho, se você se comportar bem.

— Você vai bem?
 Não vou nada mal, para falar a verdade.

 O livro é bom?
 Nada mau!

Com o verbo nadar: 
Ela nada muito bem, mas o garoto... nada mal
Certamente não vai ganhar o campeonato de natação.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Palavras semelhantes - 05.11.13


Consumar, Consumir

Consumar = realizar, resultar:
Demonstrar simpatia sempre ajuda consumar 
sua integração ao grupo.

Consumir = ingerir, gastar, abater-se:
Eu decidi parar de consumir refrigerantes.
O sentimento de culpa pode consumir as pessoas.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Palavras semelhantes - 04.11.13


Arreio, Arrio

Arreio = verbo arrear (pôr arreios):
Não sei se eu arreio os cavalos agora ou mais tarde.

Arrio = verbo arriar (abaixar, descer):
Fico com dor nas costas sempre que eu arrio as malas 
da última prateleira do guarda-roupa.


sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Palavras semelhantes - 01.11.13


Xá, Chá, Chã

= titulo do soberano da Pérsia, atual Irã,
antes da revolução islâmica de 1979:
Reza Pahlevi foi o último da Pérsia.

Chá = bebida preparada por infusão de folhas,
flores, pedaços de casca de plantas etc.:
Em noites de inverno, nada como um chá 
bem quentinho!

Chã = corte de carne bovina:
Coloque na lista de compras uma peça 
de chã, por favor.