quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Acentuação - 08.08.13

Por que, por quê, quê, porque, porquê


1) Por que (separado e sem acento): aceita sempre a palavra 'razão' depois do 'que', ou pode ser substituído por 'por qual' e suas flexões:
Por que (razão) você saiu?
Não sei por que (razão) ele veio aqui.
A rua por que (pela qual) passei estava escura.
Foi grande o susto por que (pelo qual) ela passou.
Gosto de rever as fotos dos lugares por que (pelos quais) viajei.

2) Por quê (separado e com acento): também significa razão, mas apenas em final de frase:
Ele foi embora. Não sei por quê (razão).
Você ainda não foi ao mercado por quê (razão)?

3) Quê, de quê, para quê: sempre se acentua o 'que' em final de frase:
Quê? Não entendi uma palavra!
O quê? Você ainda não está pronta? Estamos atrasados!
Vocês estavam rindo de quê?
O jornalista me pediu uma entrevista, mas não sei para quê.

3) Porque (junto e sem acento) indica causa (= visto que),
explicação (= pois) ou finalidade (= para que):
Saiu apressado, porque (visto que) tinha reunião.
Ele foi embora porque (já que) quis.
Sei que ele já saiu porque (pois) o carro não está na garagem.
Estudem, porque (para que) passem no vestibular.

4) Porquê (junto e acentuado) vem precedido de artigo, e significa 'motivo', Não precisa estar no final da frase:
Não entendo o porquê (o motivo) de sua tristeza.
Ele foi embora e não sei o porquê (o motivo).
Se pelo menos ela me desse um porquê (um motivo) para ficar!